TRE-MS alcança o 1º lugar da Justiça Eleitoral em Execução Orçamentária

Os dados são fruto da consolidação de todas as despesas da Justiça Eleitoral, contando com despesas com pessoal, custeio e investimento

Fachada TRE-MS

O Tribunal Regional de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) alcançou a 1ª colocação, em âmbito nacional, na Execução Orçamentária da Justiça Eleitoral referente ao exercício de 2019, que se configura como principal ação orçamentária de gestão do órgão.

O comunicado foi feito pelo Presidente do TRE-MS, Desembargador João Maria Lós, em sessão ordinária desta terça-feira (11) no Plenário da Corte Eleitoral, em que parabenizou a todos os servidores que, “com esmero e probidade, desempenharam a contento suas atividades nesta função institucional, especialmente os fiscais de contrato, que não mediram esforços para que as despesas fossem liquidadas dentro do exercício financeiro, e as unidades administrativas, tais como COPEG, da Diretoria-Geral, COFIC,  CRM, CSG e Assessoria de Obras, da Secretaria de Administração e Finanças”.

Os dados da execução orçamentária são frutos da consolidação de todas as despesas da Justiça Eleitoral durante o ano passado, e concentra os recursos necessários ao custeio da máquina administrativa, reformas de pequeno valor, investimento em materiais permanentes diversos, sistemas e equipamentos de informática, capacitação de pessoal e atividades da Escola Judiciária Eleitoral.

Em 2019 foi destinado o montante de R$ 129.047.903,00 (cento e vinte e nove milhões, quarenta e sete mil e novecentos e três reais) de verba orçamentária. A grande maioria das ações cobertas por este valor estão vinculadas às despesas obrigatórias com pessoal e encargos.

Entretanto, R$ 19.436.746,00 (dezenove milhões, quatrocentos e trinta e seis mil e setecentos e quarenta e seis reais), que foram destinados à Ação Orçamentária 20 GP (custeio), puderam ser geridos para o custeio eficiente da máquina administrativa culminando na execução de 99,997% deste valor, otimizando o recurso orçamentário disponibilizado para o tribunal.  Além disso, vale ressaltar que a biometria e as eleições gerais e suplementares também mereceram destaque e ajudaram o TRE-MS a alcançar a excelente posição entre os regionais do país.

Últimas notícias postadas

Recentes